Páginas

21 de ago de 2011

Espíritos Protetores

Objetivo:
A criança deverá desenvolver um sentimento de segurança maior perante a Vida e sentir-se estimulada à prática do bem, pela certeza no amor de Deus, que nos concede a bênção de termos Espíritos Amigos a nos ampararem e inspirarem em Seu nome.

Referências bibliográficas:
Lucas, 1:11; Mateus, 26:53 e 28:2
ESE cap. XXVIII, 11 a 24; LE itens 489 a 522
O consolador, perg. 226

 Incentivação Inicial:
 Iniciar um diálogo com as crianças, com perguntas por exemplo: quem toma conta de vocês? Quando vocês estão tristes, quem os ajuda? Quando fazemos algo errado, quem nos chama a atenção? Quando nosso pai, mãe, avó, avo, tio, tia, etc não está por perto, será que ninguém está nos olhando, nos protegendo?


Desenvolvimento:
Contar a história do Chiquinho, vamos ouvir?

Chiquinho e o Anjo da Guarda

Chiquinho é um menino alegre, muito bonzinho, Ele mora com o seu pai em uma casa no alto do morro. Sua mãe já desencarnou, assim são apenas ele e seu pai. E, como seu pai não ganha muito bem, Chiquinho o ajuda vendendo jornais depois da aula.


Vamos ver como é um dia na vida de Chiquinho?


Ele acorda cedinho, faz sua prece, se apronta e toma uma xícara de café com um pedacinho de pão. Depois ele vai para a escola, que é muito longe. Ele terá que atravessar ruas e ruas, algumas desertas , o que é perigoso. Mas, Vejam só... parece que Chiquinho não está sozinho (mostrar uma ilustração que corresponda a Chiquinho e um espírito "invisível) ) quem será este que o acompanha e parece estar tomando conta dele? não é seu pai... também não é seu tio...


É alguém diferente, alguém que Chiquinho não pode ver.. quem será? (deixar as crianças darem suas respostas)


Pois é, é um espírito, é o espírito que chamamos de nosso espírito protetor, também conhecido por Anjo guardião. lembram-se que Chiquinho ao se levantar orou pedindo a Deus e a Jesus que o protegesse e a seu pai também? pois então.


Seu Espírito Protetor está ali ajudando-no , protegendo-o. Nós não o vemos, porque seu corpo não é material; ele é um corpo mais sutil, mais leve.


E esse Espírito Protetor, toda vez que Chiquinho está zangado, quando ele vai brigar ou quer gritar, quando está em uma situação de perigo, fala lá dentro de sua cabeça: Não faça isso, Chiquinho, você irá ficar triste depois, se arrependerá; mude o caminho hoje, vá por outra rua...


E assim, Chiquinho não vê, mas seu Espírito Protetor está escutando cada palavra, cada atitude, cada situação vivida.


E não só Chiquinho tem um Espírito Protetor , todos nós o temos e como é bom saber e sentir essa proteção não é?


Mas se lembram que Chiquinho, ao se levantar , fez uma oração? Pois então, é necessário também buscarmos estar ligados ao nosso Espírito Protetor.

Fixação:

Montar um jogo do caminho

1) de um lado colocar a figura do Chiquinho fazendo sua oração pedindo proteção ao Espírito Protetor.


2) montar alguns caminhos , sendo que apenas um deles chegará até a figura do outro lado


3) a figura do outro lado deverá ser a do Espírito Protetor


obs: deixar as figuras sem colorido, para que após as crianças acharem qual caminho será o correto entre a oração e o chegar ao Espírito Protetor, possam colori-las


Material didático: figuras ilustrativas; jogo do qual o caminho?, lápis de cor
(fonte: AME/JF)



0 comentários:

Postar um comentário